09/08/2018 18:20:00

Prefeito fala sobre a cobrança de Taxa de Lixo em Ipatinga

Nardyello publicou vídeo em sua página nas redes sociais versando sobre a polêmica; detalhou sobre os valores e disse que não irá fugir a debate sobre a questão



Reprodução


Nardyello Rocha destacou que não pode suspender a cobrança da Taxa da Coleta de Lixo ou alterar os valores das guias
Em meio às críticas acerca dos valores da Taxa da Coleta de Lixo sólido, o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha (MDB), publicou um vídeo nas redes sociais, nesta quinta-feira (9), para se pronunciar, de forma oficial, sobre o assunto. De acordo com o chefe do Executivo, os valores nas guias não podem ser alterados ou deixar de ser cobrados, como muitos moradores estão exigindo.

O prefeito ressalta que a Taxa da Coleta de Lixo "não é algo novo". Ela já existe há 35 anos no município de Ipatinga, conforme já informara ao Diário do Aço a diretora do Departamento de Receita da Secretaria de Fazenda da Prefeitura, Flávia Brandão. O que ocorreu, de fato, que houve uma reforma tributária, de autoria do então prefeito Sebastião Quintão (MDB), ano passado, aprovada pela Câmara Municipal, em que foram aplicados reajustes na cobrança deste tributo e de dezenas de outras taxas cobradas pela municipalidade.

Sendo assim, o prefeito esclarece que o município não pode deixar de recolher os valores dessa taxa. “Isso está no Orçamento Municipal de 2018, se o prefeito fizer isso, ele está renunciando receita. Com isso, automaticamente, estaria cometendo um crime e pode ser penalizado ou até ser cassado. Não vou ficar aqui botando culpa em gestões anteriores. Hoje sou o prefeito de Ipatinga e vou conversar com as pessoas diretamente, olho no olho, acerca disso”, afirma.

Residencial e comercial
Nardyello também lembrou que existem dois tipos de valores na cobrança da taxa de lixo. Um para imóvel residencial e outro para não-residencial (comércio, indústria e prestador de serviço). “Existe um valor mínimo para taxa residencial, que é de R$ 66, enquanto o valor máximo é de R$ 228. Já a taxa não-residencial varia entre R$ 345 e R$ 930“, informou no vídeo.

Outro ponto destacado pelo prefeito é que a taxa de lixo não é cobrada referente àquele mês que chega a guia no endereço do cidadão mês, mas sim referente ao ano inteiro. “Pode pagar aquele valor que está no boleto em até cinco vezes, ou se a pessoa preferir, pode ser feito o pagamento à vista, com 10% de desconto”, cita.

R$ 0,63 por cada coleta
Em relação ao novo valor cobrado, Nardyello afirmou que, num cálculo rápido, em relação ao valor da coleta residencial, levando-se em consideração o serviço praticado durante todo ano, será possível entender a proporção do custo. “O valor médio cobrado na taxa, em imóveis residenciais, é de R$ 100 em Ipatinga. Se fizer uma conta rápida, esses R$ 100, divididos por 12 meses, equivalem a pouco mais de R$ 8/mês. Se continuar a conta, são 12 coletas por mês. Então se 'pegar' os R$ 8 e dividir por 12, dará R$ 0,63 por cada coleta de lixo. Então o valor, em momento algum é exorbitante”, detalha.

O prefeito ainda acrescenta que o munícipio de Ipatinga irá recolher, caso todos contribuintes quitem a taxa, cerca de R$ 12 milhões. “Mas o contrato com a empresa Vital Engenharia, que faz a coleta de lixo, capina e varrição é de R$ 22 milhões por ano. Então, mesmo se arrecadarmos todos os R$ 12 milhões, ainda será preciso buscar o restante em outras fontes só para cumprir o contrato”, ressalta.

Cidade limpa
No fim da postagem, Nardyello ressalta que não é seu objetivo culpar os vereadores ou o ex-prefeito (Sebastião Quintão) pelo aumento dessa Taxa de Lixo,após 35 anos, mas sim dar garantia de que os moradores terão um serviço apropriado. “Todos sabem que nós não estávamos aqui como prefeito quando isso aconteceu, mas não vou correr dessa situação. Além disso, quero dar outra garantia, essa cidade vai ficar cada dia mais limpa. E as pessoas poderão perceber que esse recurso estará sendo bem usado”, concluiu.

Entenda
No dia 12 de abril deste ano, a Administração Municipal de Ipatinga informou que as guias do IPTU já emitidas neste ano estavam nulas e a taxa de lixo seria desmembrada desta guia do Imposto predial e Territorial Urbano e encaminhada em separado, após muitas reclamações dos moradores acerca dos valores. Já à época, em nota enviada ao Diário do Aço, após o anúncio, a prefeitura respondeu que não haveria redução nos valores da taxa de recolhimento de lixo nem de IPTU, e que as novas guias seriam enviadas oportunamente. Dois meses depois, a administração municipal divulgou as novas datas de vencimento do IPTU e da Taxa da Coleta de Lixo. O decreto que trata do assunto foi publicado no Diário Oficial Eletrônico de 18 de junho.


Prefeito fala sobre a cobrança de Taxa de Lixo em Ipatinga


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Edmar Eler

13 de Agosto, 2018 | 07:26
bom dia
você tem 2 anos para acabar o mandato. ,com isto na próxima eleição você vai ver oque foi que ti derrubou ,esta taxa vai fazer perder seu próxima eleição
povo de ipatinga e bravo ,

Cristiano

10 de Agosto, 2018 | 19:40
Mentira número 1: prefeito não pode alterar. Pode sim através de lei, não fosse assim os erros eternizariam na adm pública.
Mentira número 2: casou com a viúva que tem rendas não precisa mantê-los e não somos seus entiados.
Mentira número 3: não era prefeito, mas exerceu interinamente o executivo e a décadas faz parte da elite politica da cidade tendo sido inclusive o Presidente da Câmara que conduziu a famigerada reforma tributária que causou todos esses transtornos a população mais carente do município.
Foi omisso por conveniência por ser da base do prefeito, mudaram as datas de cobranças desses impostos para não prejudicar o processo eleitoral pois te prejudicaria, era o único candidato beneficiado pois fazia parte da base e não quis assumir esse risco, preferiu protelar e já sabia que assumiria na virtual cassação do Quistão.
Quanto Vital, melhor seria uma CPI que apurasse superfaturamentos ou outras irregularidades abrindo novo processo licitatório.

Laura Paiva

10 de Agosto, 2018 | 18:07
O Prefeito só se esqueceu de dizer que na ocasião da votação para autorizar o aumento da taxa de coleta de lixo, ele era Presidente da Câmara Municipal e, conforme relatório da votação que circula nas redes sociais, se absteve de votar, ou seja, perdeu uma oportunidade de ficar do lado da população.

André Luis Ribeiro Fernandes

10 de Agosto, 2018 | 12:06
Como o amigo falou cima, com tantos desempregados, vamos ter que parar de comprar o básico para alimentar nossas famílias para pagar mais impostos?
Não que a questão dos resíduos não tenha que ser tratada, não é isso. Mas o povo não tem mais de onde tirar recursos para pagar mais impostos meu caso! Coloque isso na sua cabeça!!!

Geraldo

10 de Agosto, 2018 | 12:01
Na coloca a culpa no gestores passado, sendo vc presidente da camara não poderia votar no acontecido...votei em vc e não voto mais.....................vou partir para outro q seja mais honesto.

Marcio Luis dos Reis

10 de Agosto, 2018 | 12:01
Simplesmente aumentar mais de 630% o valor da coleta de lixo de um ano para o outro é abusivo e absurdo. A população não tem culpa da má gestão dos recursos e tão pouco da defasagem dos valores, que poderiam ter sido corrigidos de forma gradativa ao longo dos anos. O Prefeito está com demagogia quando diz não poder fazer nada, pura mentira.

Almir Silveira Barreiros

10 de Agosto, 2018 | 11:41
Pilantras deste Nardyelo,participou do golpe contra a população de Ipatinga cobrando esta taxa,e agora quer se fazer de vítima,vamos dar o troco nas urnas,cambada de Safados.

Ademir Silva

10 de Agosto, 2018 | 10:54
esse nosso prefeito é um brincante...geral votou no ti náná, agora tão reclamando de que?

João Neto

10 de Agosto, 2018 | 09:32
Como é triste ver Ipatinga na mão de pessoas como esse Nardyello. Simplesmente ridículo.

Pretinho

10 de Agosto, 2018 | 00:08
Realmente ele falou a verdade a cidade vai fica cada vez mais limpa sem emprego sem saúde,E daq uns dias sem morador tbm ...

Arthur

09 de Agosto, 2018 | 22:12
O nível de desonestidade dos políticos brasileiros me surpreende a cada dia, como um sujeitinho como este pode ter ganho, inacreditável pessoas votarem num tipo deste simplesmente mais do mesmo... Ele votou a favor desta merda quanto vereador, pagamos tantos impostos que já daria para cobrir isto agora querem cobrar novamente, pois roubam tanto que não dá, querem uma fonte inesgotável de dinheiro para bancar as mordomias detes crápulas... Mulher novinha carro importado mansoes e sensação de poder de estar acima dos demais... Aonde vamos parar 👌!!!

Geraldo Magela Vieira

09 de Agosto, 2018 | 21:23
Sr. Nardyello, você como presidente da câmara foi responsável por este aumento abusivo do IPTU e taxa do lixo. O Brasil com 13 milhões de desempregados e Ipatinga não foge a regra em números de desempregados, porque que a câmara de vereadores na época que o Sr. era presidente não escalonou em alguns anos este aumento que vocês citam como defasagem de anos e anos que não foi atualizados, se não foram atualizados a culpa é de vocês que estão no poder e não da população. Outro detalhe, sua fala é mentirosa, nunca e em qualquer situação um governante será punido ou cassado por não arrecadar o que estava no orçamento, não tente enganar a população com falas terroristas, você governa para o povo e pelo povo e o povo de Ipatinga já está pagando um IPTU com um aumento abusivo em um momento que a população tanto sofre, deixe de ser demagogo e governe para o povo, faça valer os fotos de seus eleitores e convença quem não votou em você que estavam errados por não terem votado em você.
Envie o seu Comentário