11/07/2018 16:45:00

Corpo é encontrado à margem do ribeirão Ipanema

Cadáver estava sob a ponte entre os bairros Canaã e Cidade Nobre



Com atualizações às 11h de 12/07
Divulgação


O corpo de Leandro André Vaz, de 45 anos, foi encontrado caindo no fundo de um barranco, à margem do ribeirão Ipanema

O mecânico montador Leandro André Vaz, de 45 anos, encontrado morto na tarde desta quarta-feira (11) e seu corpo caído na margem do ribeirão Ipanema, próximo da ponte da avenida Simon Bolívar, entre os bairros Cidade Nobre e Canaã, reclamava de “tonturas” e iria se consultar com um médico neurologista. A informação é da esposa dele aos policiais militares responsáveis pela ocorrência.

A localização do cadáver se deu após populares acionarem a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar. O corpo foi resgatado pela equipe do subtenente Corrêa, após os trabalhos da perícia da Polícia Civil. Ele não apresentava marcas de violência, apenas ferimentos no queixo e no ombro esquerdo, possivelmente da queda no local.

O corpo foi encaminhado ao IML de Ipatinga depois dos trabalhos periciais. Leandro portava documentos e, por meio dele, os policiais conseguiram encontrar no sistema da PM uma ocorrência em que constava o endereço dele, na rua Peri, no bairro Iguaçu.

Uma viatura policial fez contato com a esposa dele, Renata Ciríaco de Freitas, de 45 anos, e confirmou que ele saiu de casa na parte da manhã de terça-feira (10), sem retornar para a residência. Ela fez vários contatos telefônicos para tentar localizar o paradeiro do marido, sem sucesso, contudo não fez nenhuma ocorrência de desaparecimento.

A mulher revelou que o marido não usava drogas, contudo reclamava que estava sentido muitas tonturas nos últimos dias. Renata afirmou ainda que ele estava com uma consulta marcada para amanhã (sexta-feira) para pegar encaminhamento para um médico neurologista. No exame de necropsia, se apurou que Leandro sofreu traumatismo craniano, possivelmente da queda. O caso está em apuração.


Enviada para o WhatsApp Diário do Aço 31 99866 9030

Trabalho da perícia e exame no IML deverão indicar causa da morte




Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Envie o seu Comentário