12/06/2018 18:01:00

Servidores da rede da educação estadual paralisam as atividades

O coordenador também destacou que foi registrada a adesão parcial ou integral de profissionais de escolas estaduais na região



Divulgação


A convocação do movimento ocorreu no 11º Congresso Estadual do Sind-UTE

Professores e servidores da rede estadual de Educação de Minas Gerais chegam hoje ao terceiro dia de paralisação das atividades, que teve início na segunda-feira (11). De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação (Sind-UTE), a categoria pede o pagamento da primeira parcela dos salários do mês de junho, a volta do pagamento no quinto dia útil e fim do parcelamento dos salários.

O coordenador do Sind-UTE, subsede de Ipatinga, Jodson Sander, explica que a paralisação foi convocada no 11º Congresso Estadual, realizado entre os dias 31 de maio e 3 de junho. Acrescenta que os trabalhadores estão dispostos a continuar com o movimento, caso suas reivindicações não sejam cumpridas. “O governo programou o pagamento para esta quarta-feira (13). Então assim que os servidores receberem vamos encerrar a paralisação, mas se o estado não cumprir, vamos continuar com o movimento até que o pagamento seja feito”, afirma.

O coordenador também destacou que foi registrada a adesão parcial ou integral de profissionais de escolas estaduais na região. Dessa forma, Jodson ressalta que é preciso pressionar o governo para que respeite a educação e o servidor público. “Não estamos pedindo nenhum favor, só estamos exigindo o direito de receber o salário em dia para que as nossas contas sejam pagas dentro do prazo e que a gente não tenha problemas pessoais por causa disso”, destaca.

SEE

Procurada pelo Diário do Aço, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou que foi notificada pelo Sind-UTE sobre a paralisação das atividades da categoria a partir de segunda-feira (11). De acordo com o comunicado do sindicato, a paralisação segue até a data de pagamento da primeira parcela dos salários do funcionalismo público do executivo estadual. “Como já anunciado pelas Secretarias de Estado de Fazenda (SEF) e de Planejamento e Gestão (Seplag), a 1ª parcela será paga nesta quarta-feira (13) e os critérios para pagamento dos salários permanecem os mesmos dos meses anteriores”, afirma.

De acordo com o balanço feito pela SEE nesta terça-feira (12), 134 escolas informaram que paralisaram totalmente as suas atividades, de um total de 3.461 unidades escolares do estado. “Em Ipatinga, uma escola paralisou totalmente suas atividades e outra parcialmente; em Timóteo, nenhuma escola registrou paralisação das atividades; em Coronel Fabriciano, mesma situação que Ipatinga; e em Santana do Paraíso, nenhuma unidade paralisou as atividades”, aponta o balanço.


Encontrou um erro? Comunique: falecomoeditor@diariodoaco.com.br


Aviso - Os comentários não representam a opinião do Portal Diário do Aço e são de responsabilidade de seus autores. Não serão aprovados comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes. O Diário do Aço modera todas as mensagens e resguarda o direito de reprovar textos ofensivos que não respeitem os critérios estabelecidos.
Comentários

Adair Paulino Couto

12 de Junho, 2018 | 19:28
Infelizmente todo ano é a mesma coisa na rede pública estadual.
No fim, os únicos prejudicados são os alunos.
Envie o seu Comentário